Adventure Time - Curiosidades sobre sua história


Acabei por resgatando essa história do Eutanásia Mental  era algo que eu já havia discutido com um amigo meu, sobre sua história, ele havia me contado sobre sua história qual eu não sabia, já havia assistido o desenhos algumas vezes, mas nunca procurei saber a sua verdadeira história. Naquele dia ele me deixou um tanto pensativo, então, resolvi pesquisar sobre sua existência, e aqui está, resgatado do Eutanásia Mental. Cuta aí. 
O combo “Hora de Aventura” (Adventure Time) e “Apenas um Show” (Regular Show) me faz pensar que a Cartoon Network ainda tem salvação. Este desenho realmente me intriga e descobri uma coisa muito interessante esses dias sobre ele. Ao mesmo tempo que me entretinha com as histórias, também ficava fascinado com a sensação de nostalgia que ele passava, mesmo sendo um desenho muito atual, estreado em 2010.

É realmente um desenho que te leva para um mundo criado pela imaginação, um mundo de coisas mágicas e fantasias. Diria também que é um mundo onde o abstrato também ganha vida. Tudo isso misturado em histórias nonsense.
Não dá para explicar, é um desenho diferente.

Finn parece ser o único humano na terra de Ooo, é o único que aparece no desenho até agora. Ele foi criado pelos pais do Jake e está a procura de outros humanos, como ficou claro no episódio da 'Susana Forte', episodio que Finn encontra uma tribo que pensa ser de humanos, mas na verdade eram mutantes, apesar de não ficar claro que susana era ou não uma mutante. Aparecem alguns outros personagens parecidos com humanos em alguns episódios mas o criador do desenho disse que eles são mutantes.

Dois personagens importantes do desenho foram humanos um dia: Marceline e o Rei Gelado. Marceline é uma vampira e é possível ver as mordidas em seu pescoço, já o rei gelado em um episodio Finn acha uns videos amadores do rei gelado quando ele ainda era humano, estudando uma coroa, exatamente a coroa que dá os seus poderes e teoricamente o deixa imortal (ou quase isso já que ele tem mais de 1000 anos)
Mas tem uma coisa que deixa tudo mais interessante, que me faz enxergar esse desenho não apenas como um simples desenho. Tem algo mais sombrio nessas histórias…

A “Terra de Ooo”, nome do mundo onde se passa as histórias, é supostamente o nosso mundo pós-apocaliptico. Em vários episódios da série é possível coletar pistas sobre isso. Esta nova terra é o resultado de uma guerra que aconteceu em nosso planeta. Durante o desenho descobre-se que essa guerra é chamada de “A Grande Guerra dos Cogumelos“. Logo na abertura é possível ver facilmente restos tecnológicos da nossa era e várias bombas atômicas não detonadas.



O próprio nome “Guerra dos Cogumelos” faz uma analogia ao formato de cogumelo das explosões das bombas atômicas. Por ser “A Grande Guerra dos Cogumelos” fica claro também que foi um evento mundial. Ou seja, esse mundo mágico com seres tão diferentes, bizarros e impossíveis é o resultado da radiação dessas bombas nucleares.

No episódio “Você de Verdade” o planeta Terra pode ser visto do espaço com um grande pedaço faltando, provavelmente destruído na Grande Guerra dos Cogumelos.


Um dos episódios mais estranhos é o “Oceano do Medo” que foi uns dos primeiros que assistir. Em uma cena é possível ver brevemente um porta aviões danificado e um tanque de guerra. Quando os personagem mergulham no mar com um submarino é possível ver carros onde supostamente deveria haver uma pista.

Esse episódio mostra que o nível dos mares subiu muito após a guerra, explicando também a geografia estranha da Terra de Ooo. Em uma das cenas é possível também ver dois corpos em um sala de um prédio. É estranho se considerarmos que se trata de um desenho infantil.


Normalmente em desenhos infantis quando se quer representar alguém morto se coloca um esqueleto que é mais ameno que corpo morto. A coisa fica mais depressiva se você considerar que se trata de um casal com seu cachorro ao lado, todos mortos.  

Isso não pode ser considerado uma paranoia, justamente pelo o fato dos elementos destrutivos estarem presentes no desenho desde o seu inicio, somente comprovando a teoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

TOPO