Teoria Pixar:

Trata-se de algo que ficou conhecido como "Teoria Pixar" e está rondando a internet ultimamente. É uma teoria do jornalista Jon Negroni que, após assistir exaustivamente todos os filmes da Pixar e achar os easter eggs, formulou a hipótese de que todos eles se passam no mesmo universo e contam uma só história: o apocalipse da Terra e um futuro bem estranho. Para entender esta história, primeiro é preciso colocar os filmes na ordem cronológica correta, coisa que o jornalista fez observando as inúmeras "pistas" deixadas pela empresa de animação. Como já tem muita história, vamos contar a síntese e deixar os easter eggs e pormenores (até física quântica entra na história) para sermos (acreditem) mais enxutos possível. É importante avisar que o texto abaixo contém vários spoilers.


Tudo começa (cronologicamente falando) pelo filme medieval Brave. Nele, uma bruxa (que tem o péssimo hábito de desaparecer por trás de portas) desenvolve uma poção que humaniza animais e objetos. É o único filme da Pixar que se presta a explicar a humanização deles. Seria aqui o começo de uma geração de animais e objetos racionais.

Kolmannskuppe - cidade fantasma da Namíbia



Kolmannskuppe é uma cidade fantasma no sul da Namíbia. Era uma pequena aldeia mineira e agora é um popular destino turístico. Ela se desenvolveu após a descoberta de diamantes na área em 1908, para servir de abrigo para os trabalhadores do ambiente hostil do deserto da Namíbia. A vila foi construída como uma cidade alemã, com facilidades como um hospital, salão de festas, estação de energia, escola, teatro, casino e fábrica de gelo. 
A cidade caiu após a I Guerra Mundial quando o preço do diamante caiu. Ela foi abandonada em 1956, mas já foi parcialmente restaurada.

Definição segundo a Wikipedia: "Kolmanskop, (em Alemão: (kolmannskuppe) é uma cidade-fantasma no deserto da Namíbia construída em 1908, a poucos quilômetros da cidade portuaria de Lüderitz. A cidade foi habitada por alemães. O nome da cidade remonta a um transportador chamado Johnny Coleman que durante uma tempestade de areia abandonou sua carroça de boi em uma pequena elevação frente a instalação."

Para mais fotos, segue a fonte! 

fonte // Paixão Assassina  

E que tal um retorno?!

E que tal um retorno?! Estava pensando em voltar com o blog, dei tanto trabalho para deixá-lo de mão. sinto falta desses assuntos que tanto adorava saber. Tantas verdades e creepys, não posso abandonar isso! 
Então, o que acham dessa minha volta com o blog? Estão de acordo? Querem ajudar?! 
E que tal, uma nova staff, antes era só eu, agora pode ser mais. Querem ajudar? Adoraria receber ajuda. 
Deixá-lo sempre em andamento. Quanto aos meus parceiros, irei pedir para que aqueles que retiraram o banner de seus respectivos blogs, possam readicioná-los para ainda termos uma parceria, caso ainda aceitem essa parceria. Adoraria continuar com estas, desde já agradeço. Quanto a novas parcerias, gostaria que enviassem um novo pedido para esse e-mail: failedmsn@live.com 
Aqueles que querem fazer parte da staff, que tal dar uma passada (aqui) para deixar seu formulário, garanto que irei ler todos aqueles que me enviarem seus formulários. Obs: Podem deixar seus formulários como um comentário, irei ler do mesmo modo.


Atenciosamente, Gustavo. 

"Equipe" Horror Brazil. 

O Abismo

Galera é só aqui ou aí também não está aparecendo as imagens no widgets?! 

Alguma vez já ouviu falar de um jogo chamado "O Abismo (N.T: Em inglês, 'The Depths')?". Não é surpreendente se você não tiver ouvido. Ele nunca foi lançado para o público. Cópias contrabandeadas foram espalhadas pelos Estados Unidos por volta de 2006 - 2007, mas tinha completamente desaparecido em 2008. Até o momento, apenas algumas pessoas falaram saber sobre o jogo e poucas destas tinham realmente jogado-o. Ainda é desconhecido quem desenvolveu o jogo ou de onde ele veio, pois nenhum detalhe é encontrado em nenhum lugar onde os arquivos eram instalados.

Adicionalmente, ninguém nunca terminou o jogo devido as gratuitas montanhas de imagens assustadoras retratadas e o trauma que seguiu. O que vem a seguir é uma descrição do O Abismo, daqueles que o jogaram.

Os usuários que instalaram o jogo com sucesso diziam que depois da instalação seus computadores nunca mais funcionaram como antes. Travadas, telas azuis, arquivos corrompidos eram comum depois de joga-lo. O único jeito de remover o jogo limpando o hard drive.  Não adiantava deletar arquivos, desinstalar, nada. Ele permanecia no computador, nunca sumia. Alguns usuários reportaram ver alguns arquivos sendo clonados em diferentes partes de seus computadores - como uma clonagem - fazendo os arquivos aparecerem em pastas indesejadas.

O cenário do jogo é supostamente o topo de uma montanha, em um ambiente com bastante neve e seja lá quando o jogador andasse para muito longe, eles caiam e morriam. Nada demais pode ser visto de inicio, apenas neve. Um display infinito de neve caindo. Isso era o que deixava os jogadores mais frustrados. Eles tentavam andar para todas as direções possíveis para achar apenas mais neve, até que caíssem no infinito branco e morressem.  Aí era onde a maioria dos usuários  paravam de jogar, embora os jogadores persistentes acharam uma forma alternativa.

Bruxa dos Bell



A Bruxa dos Bell ou a Assombração da Bruxa dos Bell é uma lenda do folclore do sul dos Estados Unidos sobre um poltergeist que envolve a família Bell em Adams no Tennessee. A lenda foi retratada nos filmes "An American Haunting" de 2006, e "The Bell Witch Haunting" de 2004. Também é possível que possa ter servido de inspiração para o filme "The Blair Witch Project".

Lenda

Segundo a lenda, a primeira manifestação da assombração aconteceu em 1817, quando John William Bell Jr. encontrou um animal estranho num campo de milho na sua quinta em Robertson County, em Red River, perto de Adams, Tennessee. O animal, que John descreveu como tendo o corpo de um cão e a cabeça de coelho foi morto por ele a tiro. Mais tarde a família Bell afirmou ouvir o som de alguém a bater à porta e ruídos nas paredes exteriores da casa (primeira imagem). Os ruídos acabariam por passar para dentro de casa. Algum tempo depois de os barulhos começarem, Betsy Bell, o membro mais novo da família, disse ter sido atacada por uma força invisível. Com o tempo o poltergeist ficou mais forte, movendo vários objetos pela casa, falando e tendo conversas com a família e convidados. Identificou-se como "Kate Batts", uma vizinha dos Bell que John terá incomodado de alguma forma.

Mistérios do Ed. Joelma parte II: A tragédia

"Poderia um local, onde vários acontecimentos violentos aconteceram em épocas diferentes, ser realmente amaldiçoado, provocando inúmeros fatos negativos, como um incêndio ou a reincidência de um assassinato?" 

Jornal da época noticiando os fatos.
São Paulo, 01 de fevereiro de 1974. A abafada sexta-feira que apenas estava começando dava sinais de que seria apenas mais um dia na agitada capital paulista, mas às 08:54 min daquela manhã um curto-circuito iria transformar a rotina da cidade e de centenas de pessoas por completo. 

O endereço do Joelma já tinha sido palco de um triste acontecimento no ano de 1948, quando um engenheiro químico decidiu acabar com a vida da mãe e de suas irmãs no caso que ficou conhecido como “Crime do Poço”. Após o fatídico acontecimento os imóveis ficaram vazios até que a área toda foi demolida para dar lugar ao novo arranha-céu.

Um dos grandes colossos de concreto do centro de São Paulo, o Edifício Joelma ainda era um jovem perto da maioria de seus vizinhos, erguidos décadas antes mas desde sua inauguração, em 1971, chamava a atenção pelas suas linhas modernas e pela sua altura imponente, com 25 andares. Tão logo foi inaugurado, o prédio foi alugado para o Banco Crefisul. 

O fatídico curto-circuito não poderia ter acontecido em andar pior, no décimo segundo pavimento, justamente o meio do edifício. Para piorar, as salas do edifício eram repleta de materiais que colaboravam com a propagação do fogo, como divisórias, carpetes, cortinas e móveis de madeira, além dos forros que eram de fibra.

O Diário de Chernobyl

Desde pequeno quis viajar para Chernobyl desde que eu soube do desastre que houve lá. Resolvi chamar uns amigos e ir, e enquanto visitava um hospital eu encontrei algumas folhas de papel em forma de diário escritas em caneta, que dizia: 

DIA 1: Eu e meus amigos viemos para Chernobyl, cara é muito legal... Eu adoro escrever no meu diário e espero que algum dia alguém o leia, de preferência depois que eu morrer! Eu não acho seguro mas acho que vou dormir no carro enquanto meus amigos vão dar um passeio pelos mercados e apartamentos. Hoje é dia 15/04/2000

DIA 2: Meus amigos não voltaram, estou ficando cada vez mais nervoso com isso. Eles marcaram voltar as 19:00! Estou com muito medo de sair pra fora do carro... Hoje é dia 16/04/2000

DIA 3: ...

DIA 4: O carro não funciona. Não da pra imaginar como eu sobrevivi apenas comendo chocolate e tomando refrigerante que meus amigos compraram para a viagem... Tenho comida para mais 3 dias! Hoje é dia 18/04/2000

DIA 5: Finalmente resolvi sair do carro, fui lá fora investigar e vi uma criança com muito sangue nas pernas. Vi também seus braços deformados, gordos, inchados não sei! Era assustador!

HorrorLinks #02 - Os melhores da semana

O porque da imagem?! Acho que toda a ajuda é bem vinda, até porque eu ando de ônibus, e acho injusto pagar mais caro em algo tão precário, onde ninguém investe e nós só tomamos no cu, desculpe pelo palavreado, mas é a verdade!!

Olá galera, hoje trago a segunda edição o HorrorLink, com os melhores posts da semana. Galera, obrigado pela paciência que estão tendo, vejo que mesmo sem atualização o blog continua ganhando bastante visualizações, não caindo no gráfico. Fico feliz que ainda venham aqui. As aulas já estão acabando, já não tenho mais lição para fazer, terminei tudo hoje, graças a Deus. Tenho só mais algumas coisas para fazer, mas nada que interfira aqui no blog. Como todos sabem, escola em primeiro lugar. rs Essa semana ainda tem provas, mas tudo bem, vou tentar postar aqui no blog. Tenho mais outras novidades galera, espero que dê tudo certo. Ainda estamos planejando, mas logo sairá esse projeto. Galera, sério, esperem mais um pouco, tudo voltará ao normal. E peço desculpas também por não estar dando tempo de ler os posts dos aliados, logo, poderei fazer como antes... rs

Eutanásia Mental Normal Porn for Normal People
Horror VirtualTumulo Velho
Medo SensitivoA cripta dos Vampiros
Noite SinistraA espuma - Stephen King

Cry Baby Lane - o filme bizarro da Nickelodeon


Em 28 de outubro do ano de 2000, a Nickelodeon lançou um filme de terror feito somente para televisão, chamado Cry Baby Lane. O filme só foi ao ar uma vez, e desde então tem sido desmentido pela rede. Acabou ficando na obscuridade e quase desaparecendo por completo desde seu lançamento original. A própria Nickelodeon negou o filme que exibiu e ninguém sabe o porquê.

Com o tempo e as constantes negações do canal de Tv, os internautas acreditaram que o tal filme realmente não existiu. Assim como ocorrido em Candle Cove, havia grupos de pessoas que defendiam a existencia do filme e outros que debochavam e satirizavam dizendo que tudo não passava de uma grande invenção.

Por fim, para azar do canal, algum telespectador gravou o filme em VHS e converteu para o computador: resultado, jogaram na rede e o filme existe! O problema que levou o canal a encobrir  foi descoberto: o filme foi considerado muito perturbador para as crianças de 10 anos de idade, faixa no qual a emissora classificou o filme. Houve tantas reclamações dos pais, que a Nick decidiu que o melhor era varrer tudo para baixo do tapete.

A gravação desaparecida


Meu nome é Richard e em 1901, quando eu tinha 11 anos, ouvi um anuncio no radio dizendo que naquele mesmo dia, durante a tarde, eles colocariam uma gravação no ar, o gravador com a fita, segundo o radialista, foi encontrada por um fazendeiro em uma cabana destruída próxima à um rio em um pântano. O radialista anunciava a tal gravação no intervalo de cada musica, então fiquei curioso e resolvi fazer uma gravação durante a exibição desse áudio.

Quando a tarde chegou, lembro de ter levado o radio para o porão, pois não queria nenhuma interferência de ruídos durante minha gravação. Finalmente o radialista iria começar a rodar o áudio.


"Não sei se posso colocar a gravação no ar, aposto que o governo não iria gostar nenhum pouco. O paradeiro do dono deste gravador era um mistério, mas hoje, durante a manhã, encontraram o corpo com costelas quebradas e com a pele em um tom alaranjado, fui pessoalmente ver, a cena era horrível.

Sem mais demora, vou rodar o áudio, escutem com atenção pois não sei se colocarei novamente no ar."

Os 10 fetiches sexuais mais bizarros!

Fala pessoal, sei que andei meio sumido, mas agora está tudo certo! Estou voltando com a rotina do blog, não precisam mais se preocupar, já melhorei. Me sinto revigorado, agora é só desfrutar de vossas curiosidades!!!

Fetiche é o desvio do interesse sexual para algumas partes do corpo do parceiro, para alguma função fisiológica, para cenários ou locais inusitados, para fantasias de simulação (empregada doméstica, mecânico, secretária) ou para peças de vestuário, adorno etc.

1º – Furry Fandom
Furry Fandom é a classificação dada às pessoas que gostam de vestir-se como animais antropomórficos, ou ver outras pessoas vestidas. Os simpatizantes deste fetiche gostam de ver pornografia relacionada à pessoas vestidas como animais, e do envolvimento delas em atos sexuais. Às vezes, a realização sexual pode envolver simplesmente o toque, esfregando a fantasia.

2º – Teratofilia
Teratofilia é a atração sexual por pessoas deformadas. Uma versão das variações da teratofilia é acrotomofilia, atração sexual por amputados. Um crescente interesse comercial para este tipo de atração sexual tem sido registrado.

3º – Urolagnia
Urolagnia é quando uma pessoa obtém prazer sexual em urinar ou ver outras pessoas urinarem. Em alguns casos, isso pode levar a urofagia, onde os praticantes bebem a urina do parceiro. Os médicos advertem que a deglutição da urina ou o contato com ferimentos na pele podem favorecer a contaminação por HIV e outros agentes que causam doenças sexualmente transmissíveis. A urolagnia também é conhecido como “esporte aquático” ou “chuva dourada”.

4º – Emetofilia
Emetofilia é a excitação obtida com o ato de vomitar ou com o vomito de outro. Também conhecido como “banho romano” a prática pode se estender para um outro tipo de parafilia denominada “Emetofagia” nesse caso a excitação é obtida através do ato de comer ou ingerir vômito, o que geralmente é recíproco de ambos os parceiros dessa prática.

A Ira de um Anjo

 Essa é Elisabeth Thomas, Aparentemente uma criança normal, como qualquer outra. Mas a vida dela está longe de ser considerada normal...
A mãe dela faleceu no parto de seu irmão, quando ela só tinha 1 ano de idade. Os dois ficaram sob a guarda do pai, um sádico, que passou os meses seguintes abusando sexualmente de Beth, e negligenciando o bebê, tanto que a parte de trás de deu crânio ficou plana, devido ao tempo em que era deixado no berço.
Após todo esse tempo de abusos, Beth e seu irmão foram entreguem a uma família adotiva, que esperavam a muito tempo por uma criança; Mas os abusos sofridos por eles não foram relatados aos novos pais, que após pouco tempo perceberam o comportamento estranho de Beth.
Abaixo está o documentário completo "A Ira de um Anjo"

Documentário legendado!

Creepypasta: A Lenda dos esgotos


Quando criança uma das lendas que mais me dava medo, era aquela sobre os monstros que viviam no esgoto, porque se você for pensar, o esgoto esta em todos os lugares, abaixo de nós e as vezes até perto da superfície, como córregos, e bueiros. Esse meu medo era mesmo irracional porque não existem monstros...
Porém outro dia eu estava vadiando na internet, e me deparei com um site de fotos aleatórias, uma delas era de um ser no esgoto, essa foto se originava de um vídeo, da qual eu pude vê-lo mais nitidamente. Ele se parecia com uma pessoa, mas com a pele toda rachada e pelos em alguns lugares do corpo. Eu primeiramente achei o fato curioso e depois tive a ideia lúcida de que aquilo era uma montagem feita com algum programa gráfico.
Em outro fim de semana um amigo meu veio dormir na minha casa, eu comentei e mostrei para ele o vídeo, e ele sentado ao meu lado na mesa do computador, me olhou com aquela cara de idiota que queria dizer "Acho que deveríamos tirar isso á prova", nem eu sei como aquela cara de banana quis dizer tudo isso, mas disse.
Eram por volta de seis da tarde quando descemos minha rua em direção a uma avenida pouco movimentada, andamos por cima de uma ponte, passamos por um bar, e chegamos ao beco onde uma grade nós separava da entrada para uma galeria de esgoto, a grade tinha uma lateral solta por onde, provavelmente alguns viciados passavam para se esconder e fumar um.
Quando passamos por debaixo do arrame e estávamos mais perto da entrada, eu quis desistir quase que instantaneamente, era um cheiro de bosta... misturado com todos os outros cheiros mais deploráveis juntos formando uma densa fumaça meio verde, não era algo muito natural, por isso achei que definitivamente não era uma boa ideia entrar ali, nem continuar ouvindo meu amigo que já estava com um pé dentro do esgoto e outro na lama. Não era uma coisa muito recomendada para se fazer em um sábado a noite.

A Lenda do Slender Man



O Slender Man é uma figura paranormal que supostamente existe a séculos, cobrindo uma grande área geográfica.

Aparência

Representação do Slender Man
justamente, com "crianças".
O Slender Man é um homem com seus braços e pernas extremamente longos. Ele também parece ter 4 ou 8 tentáculos negros que se projetam a partir das suas costas.
Ele é descrito como vestindo um terno preto muito semelhante ao rosto dos notórios “Homens de Preto”, e como o nome sugere, ele é capaz de esticar seus membros de forma desumana a fim de induzir o medo e seduzir a sua presa. Uma vez que seus braços são estendidos, suas vítimas são colocadas em uma espécie de estado hipnótico, onde eles ficam totalmente imponentes, ficando imóveis e a mercê da tal criatura.
Ele também é capaz de criar tentáculos de seus dedos e nas costas que ele usa para andar de uma forma semelhante ao Doutor Octopus. Essa capacidade sobre-humana também poderia ser vista como uma semelhança com o Sr. Fantástico. Se ele absorve, mata, ou se leva as suas vítimas para um local desconhecido outra dimensão também é desconhecido, como nunca há quaisquer órgãos ou provas deixadas.

Tag: O que você acha dos blogs Parceiros?




1ª - Na sua opinião, qual a função de uma parceria em um blog?
A melhor função de todas, proporcionar á leitores de ambos os blogs que se divulgam a ganhar cada vez mais leitores. A melhor forma de se divulgar seu blog. E tenho ótimos parceiros.

2ª- O que você acha de seus parceiros?
São todos muito fodas, realmente, recomendo cada um dos meu parceiros, sempre que tenho tempo dou uma passada em cada um dos blogs para ler, é sempre há coisas que me interessam! Infelizmente não tenho tido muito tempo, mas sempre tento dar uma olhada, nem que seja só para ver o que tem de novo. Mas eles são muito fodas e me ajudaram bastante no crescimento do blog! Obrigado parceiros. XD

3°- O que você poderia fazer por seus parceiros?
Bom, comecei agora a fazer links da semana! Era algo que eu via em outros blogs e que percebia que dessa maneira rendia muitas visualizações, e dessa maneira estou fazendo esse post semanal! E galera, recomendo cada um dos meus parceiros, seus conteúdos são ótimos e recomendo, mesmo! 
Obrigado Horror Virtual por essa oportunidade. XD

Indicando outros blogs: 


Horrorlinks - Melhores da Semana #01


Os melhores links da semana, e a primeira edição. Galera, obrigado pelas visualizações, o número cresceu bastante de visualizações e isso me deixou bastante feliz, o que me motiva a continuar, perceber que há pessoas lendo o que é postado aqui. Desculpem-me pela falta de post ontem, é que tive alguns problemas (dormi o dia inteiro , mas não se preocupem, hoje, talvez terá um "extra" então, aguardem. Obrigado galera e fiquem agora com os melhores da semana: 

Eutanásia Mental O Desastre de Bhopal

Horror VirtualRobert o Brinquedo Assassino

Noite SinistraCanibalismo na Deep Web


Jeff, the killer.


TERRÍVEL ASSASSINO EM SÉRIE DESCONHECIDO AINDA ESTÁ A SOLTA.

Depois de semanas de assassinatos inexplicáveis, o assassino sinistro, ainda desconhecido, está com paradeiro desconhecido. Depois de pouca evidência encontradas, um jovem garoto diz ter sobrevivido a um dos ataques, e corajosamente contou sua história.

“Eu tive um pesadelo e acordei no meio da noite. Eu vi que por algum motivo, a janela estava aberta, mesmo que eu me lembre de ter fechado antes de eu ir para a cama. Levantei-me e fechei-a mais uma vez. Depois disso, eu simplesmente rastejei pra debaixo de minhas cobertas e tentei voltar a dormir. Foi quando eu tive uma sensação estranha, como se alguém estivesse me observando. Olhei para cima, e quase pulei para fora da minha cama. Lá, em um pequeno raio de luz, iluminando entre as minhas cortinas , tinham um par de olhos. Não eram olhos normais. Eles eram escuros, ameaçadores e de um preto profundo e … simplesmente…planando lá, me aterrorizando. Foi quando eu vi a boca. Um sorriso , muito horrendo que fez todos os pelos do meu corpo ficarem em pé. A figura estava ali, me observando. Finalmente, depois do que pareceu uma eternidade, ele disse. Uma frase simples, mas disse de uma forma que só um homem fora de si falaria.

A Lenda da Bruxa de Blair


Todo mundo já deve ter visto ou pelo menos ouvido falar do filme A Bruxa de Blair, que é um longa de terror que fez um sucesso gigantesco no fim dos anos 90. O filme contava a história de 3 jovens que foram para a floresta de Burkittsville, Maryland, Estados Unidos, para gravar um documentário sobre uma lenda local de uma bruxa.
Durante o filme a lenda que eles investigam se mostra real e a bruxa os deixa perdidos na floresta, fazendo com que todos corram. Contudo o que deixou o longa mais famoso foi que ele era gravado como se fosse tudo real, mas não era. Apesar disso, a lenda da bruxa existe, e ela tem seu fundo de verdade...

Os 6 dons das trevas

Já havia postado sobre a Bíblia antes (pra quem não viu Os 10 Grandes mistérios da Bíblia) e algo que vi no blog O Portal e gostaria de trazer para vocês também, é algo super interessante! Não estou querendo trazer um "conflito" aqueles que seguem suas religiões, são apenas algumas coisas curiosas que deveríamos saber!!

Os 6 Dons das Trevas;


Se a Bíblia revela quais são os 9 dons espirituais que vem de Deus, conforme descrito no I Coríntios 12, 7-10, também as sagradas escrituras revelam os 6 dons das trevas, dos quais bruxos e bruxas são possuidores. 

Estes são os 6 dons das trevas, que conduzem ás práticas magicas da Magia Negra:


1) O dom da incorporação por via da qual se obtêm a sabedoria através do dialogo direto com demônios e espíritos, tal como descrito em Actos dos Apóstolos 18,16-17

2) O dom da ciência do oculto, ( Sabedoria 17,7) por via da qual se estudam os saberes secretos, assim como se praticam liturgias que agradam aos espíritos, assim gerando magia.

3) O dom da carnalidade, pois esse é a origem de toda a bruxaria, tal como descrito em Tiago, ( 3,15) e no II Livro de Reis, ( 9,22 ; 17,7) .De acordo com esse dom, tal como descrito no Livro da Sabedoria, celebram-se por ela, (e com a sabedoria que advêm da ciência do oculto), ritos de magia negra, ( 14,23) invocatórios dos espíritos infernais.

O tempo teria apagado algumas tecnologias?



O tempo teria apagado algumas tecnologia, Ao contrário do pensamento convencional, os Incas não eram a cultura mais tecnologicamente avançada na área do Peru e Bolívia, mas foram precedidos pelos grandes construtores megalíticos milhares de anos antes. Brien Foerster investiga Por que tantas estruturas de pedra antigas foram encontrados no Peru, e de como elas foram tão precisamente feitas, e quando? A explicação convencional acadêmica que os Incas construíram tudo  encontrado ao redor de Cusco e do Vale Sagrado do Peru tornou-se uma farsa cômica. Os Incas, embora um povo incrivelmente avançado e sofisticado não têm a tecnologia para moldar pedra duras com tal precisão, e até mesmo suas tradições orais falam daqueles que vieram antes.

Os 10 Grandes mistérios da Bíblia


Galera, meu computador está com um problema, por isso hoje não teve a continuação de Contos de Sexta! Acho que meu cooler está sujo, vou ter que limpá-lo, ou comprar outro, ele já não consegue mais resfriar a máquina e por isso ela fica desligando sozinha, me desculpem, e aqui vai o post de hoje: 

A Bíblia é considerada uma fonte de verdade incontestável por mais de um bilhão de pessoas, mas quanto à este livro (ou pra ser mais exato, um  conjunto de livros) surge a especulação de quanto aos fatos nele contidos serem verdade ou não. E eu não estou aqui para dizer se são verdade ou não.

10° O Santo GraalO mistério: Onde está o Santo Graal?

Segundo o cristianismo, o Santo Graal era o prato, ou um copo usado por  Jesus na Última Ceia, que dizem possuir poderes milagrosos. A ligação de  José de Arimatéia com a “lenda” do Graal data do final do século 12 em  que José recebe o Graal de uma aparição de Jesus e envia-lo com seus  seguidores na Grã-Bretanha. A crença no Graal e em seu potencial  paradeiro final nunca cessou. A posse deste artefato tem sido atribuído a  vários grupos(incluindo os Cavaleiros Templários, provavelmente porque  eles estavam no auge de sua influência durante o tempo que começaram a  circular as histórias sobre o Graal). Existem vários copos em igrejas  pelo mundo que alegam que são o Graal, por exemplo, a Santa Maria  Catedral de Valência, que contém um artefato, o Cálice Sagrado (imagem  acima – nota: apenas o “copo” da taça é original), que teria sido tomada  por São Pedro em Roma, no século primeiro, e depois de Huesca, na  Espanha, por Saint Lawrence no século 3. O cálice de Valência contém uma  vantagem em relação aos outros concorrentes para o verdadeiro Graal, já  foi cientificamente provado que ela foi feita entre o século 4 a.C. e o  século 1 d.C. no Oriente Médio. Existem muitas outras histórias também  sobre o paradeiro do Graal, mas como é obvio nenhuma é realmente  confirmada.

9° A Arca da Aliança:
O Mistério: Onde está a Arca da Aliança?

A Arca da Aliança é um recipiente descrito na Bíblia como contendo as  tábuas de pedra sobre a qual estavam escritos os Dez Mandamentos, bem  como a vara de Arão e o maná. A Arca foi mantida em Jerusalém até que os  babilônios saquearam e destruíram o templo. A partir de então, a Arca  passou a ser considerada lenda e desapareceu para sempre. Uma teoria  sobre o onde a Arca pode estar escondida é que ela foi ocultada pelos  sacerdotes sob o Monte do Templo. Escavações modernas perto do Monte do  Templo em Jerusalém descobriram túneis, mas as escavações neste local  são muito restringidas. Um dos mais importantes santuários islâmicos, o  Domo da Rocha, encontra-se no local aonde é cogitado que o Primeiro  Templo de Salomão tenha estado de pé. Segundo a Bíblia, o rei Salomão,  ao construir o templo, tinha a Arca da Aliança colocada sobre uma  plataforma que poderia ser baixada a um sistema de túneis, isso o  tornaria uma localização plausível para esconder a Arca da Aliança.

8° Sodoma e Gomorra: 
O Mistério: Eram verdadeiras as cidades? e se afirmativo, onde elas  estão?

Para os pecados dos seus habitantes de Sodoma, Gomorra, Admá e Zeboim  foram destruídas por “enxofre e fogo do Senhor do céu” (Gênesis  19:24-25). Para o cristianismo e o islamismo, os nomes destas cidades se  tornaram sinônimos de pecado e sua queda uma proverbial manifestação da  ira de Deus. A existência histórica de Sodoma e Gomorra, ainda está em  discussão entre os arqueólogos, a Bíblia indica que eles foram  localizados perto do Mar Morto, alguns locais que são candidatos a serem  os locais em que existiam estas cidades foram descobertos ou visitados  por Walter E. Rast e Thomas R. Schaub em 1973, são elas: Numeira,  es-Safi, Feifeh e Khanazir e edh Bab-Dhra, esta última foi inicialmente  escavada em 1965 pelo arqueólogo Paul Lapp. Todas estas cidades foram  localizadas perto do Mar Morto, com provas e vestígios de queima de  enxofre em muitas das pedras e uma parada súbita da habitação no final  da Idade do Bronze inicial.

A Real origem de Silent Hill


A história diz que a Konami, em busca de um game para combater a série Resident Evil, saiu a procura de um bom enredo para concretizar o seu jogo. Centenas de enredos chegaram ao escritório da produtora, porém, nenhum agradou o produtor Keiichiro Toyama, que na sua ansia de derrotar a série da Capcom, iniciou uma saga pesquisando histórias de terror do mundo todo. Terminou por encontrar uma lenda de uma cidade dos EUA, chamada Centralia.

Toyama, instigado, resolveu investigar mais essa sinistra história e enviou representantes da Konami dos EUA visitar as cidades vizinhas à Centralia, com objetivo de desmembrar esses impressionantes e assustadores relatos que ocorreram naquele lugar. A investigação rendeu muitos frutos, entre eles, um diário, comprado pela bagatela de 10 mil doláres de um dos moradores do distrito de Ashland, J. S. Manson, um comerciante que confessou ser de um parente desaparecido, morador de Centralia em 1960. O diário era um caderno de capa-dura de couro, bastante velho e desgastado, com as letras “H. Manson” marcados no canto inferior direito da capa.

O diário, segundo um dos membros da Equipe de Toyama, (que preferiu ficar no anonimato para evitar um possível processo), relatava histórias terríveis e assustadoras que atormentaram toda a equipe de produção do game, até mesmo, os mais incrédulos. Um pouco diferente da protagonizada por Harry no primeiro game, o diário expõe as preocupações de um pai com sua filha menor frente aos acontecimentos sinistro que estavam ocorrendo na cidade. O diário ia de encontro com as lendas locais que a equipe da Konami recolheu junto aos moradores das cidades que rodeiam Centralia.

Os piores métodos de tortura utilizados pela Inquisição



Idade Média. Tempo de cavaleiros, reis, rainhas, e claro muito sangue, advindos não só das típicas batalhas daquela época, mas também, de alguns métodos de tortura bem bizarros. Isso mesmo, as torturas eram administrada pela Igreja Católica que, criou o Tribunal do Santo Ofício (que parece menos inofensivo se chamado por seu nome mais conhecido: Inquisição), que não por coincidência foi criado na mesma época que o protestantismo começou a assombrar a supremacia dos Católicos, por volta do século XVI. O tribunal, que de santo só tem o nome,  foi criado para perseguir os hereges, aqueles que contrariavam os dogmas da igreja, como os mentirosos, adúlteros, os acusados de "bruxaria" ou simplesmente aqueles que apareciam com uma explicação científica para substituir a explicação religiosa tradicional imposta pela igreja. Um exemplo de um famoso herege foi Galileu Galilei que, para não ser morto, teve de voltar atrás nas suas descobertas sobre a questão da translação da Terra, porque suas teorias iam de encontro ao pensamento (errôneo) imposto pela Igreja de que a terra era o centro do universo.

"Não permitirás que viva uma feiticeira".
(Êxodo – Cap. XXII – Versículo XVIII)

15 Curiosidades sobre Hitler

Ao ver assim, percebemos que Hitler havia uma grande mentalidade, sua imaginação era grande! Poderia se esperar de tudo dele, o incrível é que ele poderia ter usado sua "mentalidade" para o bem, pois fazer uma nação acreditar em suas "crenças", apesar de não ser alemão, conseguiu um grande feito! 

Histórica fotografia de Hitler se divertindo.

1. Hitler era austríaco, e não Alemão, como muitos pensam. Ele nasceu numa cidadezinha chamada Braunau am Inn localizada no norte da Áustria, que na época do nascimento de Hitler fazia parte do Império Áutro-Húngaro. Hitler ficou órfão aos 19 anos e em maio de 1913 ele recebeu uma pequena herança do seu pai, e mudou-se para Munique. 

2. Hitler foi um sobrenome gerado pelo erro de um padre. Maria Anna Schiklgruber, sua avó, havia sido empregada doméstica na mansão de um barão celibatário e mulherengo do clã Rothschild, em Viena, e por ele engravidada, sendo então, devolvida à casa paterna, onde contraiu núpcias com um trabalhador rural de nome Johan Georg Hiedler, que criou a criança bastarda, de nome Alois Schiklgruber. Somente aos 40 anos, Alois Schiklgruber veio a ser perfilhado por seu tio Johan Nepomuck Hiedler, de quem recebeu o nome de família Hiedler. Alois Hiedler era o pai de Adolf Hitler, assim nomeado por um erro do pároco em seu registro de nascimento.

P&B


A imagem é granulada, em pê e bê, e mostra um piano.
Alguém sentado à sua frente, tocando notas calmas. Mas a música que toca não condiz: É um filme mudo, então.
O vídeo treme duas vezes, e parece se arrumar quando pode ser vista a janela na parede aos fundos. Uma grande janela aberta, de cortinas barrocas amarradas à direita, à esquerda. À frente, o céu limpo que parece nublado por causa da (falta de) cor. O homem (de cabelos compridos, mas de casaca, então é homem) continua tocando sua música inaudível enquanto uma peça aos moldes de uma canção de saloon — bem Looney Tunes, mesmo — toma forma por cima do que quer que o homem esteja tocando.
É um ambiente soturno, esse onde o piano está. À direita da janela se estende uma estante de livros de todos os tipos, tamanhos e, supõe-se, cores. Uma fileira na última prateleira visível está recheada de uma coleção uniforme, deve ser a Brittanica. Mais para baixo, em um pedestal só dela, a Bíblia está aberta. Guardando seus lados, estatuetas de querubins que por pouco não parecem só um borrão no vídeo. Um castiçal, então, continuando a travessia dos olhos pela parede dos fundos, apagado mas carregado de pontinhos brancos que só podem ser velas. Qualquer outro detalhe é sumariamente esquecido pela má definição da película.

Contos de Sexta: A figura negra - Primeira parte



Por onde estive aquela manhã?! No que eu estava pensando?! Não, não podia ter feito aquilo... O erro foi meu, eu me deixei levar com a raiva, não poderia ter feito isso...

Na manhã de 26 de abril de 1982, eu havia discutido com meus pais, aquela discussão fora muito diferente das outras. Tinha ficado chateada, era a terceira vez que me proibiam de ir á excursão escolar. 
Após meus dez anos completados, eles começaram a me proibir de muitas coisas, me privaram do mundo e de todos.Só podia sair de casa para ir a escola e encontros com meus pais. Queria saber, porque eles faziam isso... Poder entender, porque fora tão repentinamente! Pareciam temer algo;

Me lembro que naquela noite eu escutei meus pais discutindo... Meu pai gritava, pude ouvir minha mãe chorando! Com a porta entreaberta espiava o que falavam. 

Como sobreviver a uma paralisia do sono


Você provavelmente já acordou no meio da noite, tentou se virar ou se levantar e percebeu que seu corpo resistia a obedecer seus comandos, seus músculos parecem estar  rígidos e “colados” a cama, você tentou gritar e percebeu que suas cordas vocais não escaparam dessa, a unica coisa que você consegue fazer e produzir um som surdo bem baixo enquanto tenta se libertar daquela condição se debatendo virtualmente não surtindo efeito nenhum em seu corpo, o seu medo alimenta alucinações visuais ou sonoras, ou nenhuma das duas, apenas sente a presença de algo enquanto aperta o olho para não ter que ver o que esta no quarto.  Se você NUNCA passou por isso, sinto lhe dizer mas vai acabar passando alguma vez na sua vida, paralisia do sono é uma condição mais comum do que você imagina.

Não é um fenômeno moderno, muito pelo contrario, já se tem registros dessa condição desde a idade media, como é de se esperar   empregava uma interpretação 100% religiosa, onde um demônio pequeno subia em seu torso a noite te impedindo de se mover. Faz parte da cultura popular no mundo todo, na China acredita-se que um espirito toma conta do corpo, ou até no Brasil onde o mito folclórico da Pisadeira diz que se você ir para a cama com a barriga cheia e dormir virado para cima, a pisadeira sai do seu esconderijo e começa a pisar sobre seu peito te imobilizando.

Episódio perdido - Os Simpsons Bart dead



Você sabia que a Fox tem uma forma muito estranha de contar os episódios de Os Simpsons? Eles se recusam a contar alguns, fazendo a quantidade de episódios ser inconsistente. A razão para isso é um episódio perdido da primeira temporada.

Encontrar detalhes sobre esse episódio perdido é difícil, ninguém que tenha trabalhado no programa gosta de falar sobre isso. Pelo que se tem ouvido por aí, o episódio perdido foi totalmente escrito por Matt Groening (N/T: Criador da série). Durante a produção da primeira temporada, Matt começou a agir estranho. Ele estava muito quieto, parecia nervoso e mórbido.

Mencionar isso para qualquer um que estava presente na época os deixa bravos, e te proíbem de mencionar qualquer coisa a Matt. O número de produção do episódio era 7G44, o título era Dead Bart (Bart Morto)

Além de ficarem bravos, perguntar para qualquer um que trabalhou no programa sobre isso os faz quererem fazer qualquer coisa para impedir você de se comunicar com Matt Groening. Em um evento, eu o segui depois que ele falou com a platéia, e eventualmente tive a chance de falar com ele à sós quando ele saía do prédio. Ele não parecia triste por eu tê-lo seguido, provavelmente esperando um encontro típico com um fã obsessivo.  Mas quando mencionei o episódio perdido, toda a cor desapareceu do seu rosto, e ele começou a tremer. Quando perguntei se ele poderia me contar mais detalhes, sua voz soou como se fosse chorar à qualquer momento. Ele pegou um pedaço de papel, anotou algo nele, e deu para mim. Ele implorou que eu nunca mais mencionasse o episódio novamente.

Kuchisake-onna


Kuchisake-onna
Baseado em uma Lenda Urbana japonesa

Kuchisake-onna era uma mulher linda. Esposa de um samurai ciumento, violento e líder da vila onde viviam. Por sua beleza ela era cobiçada por vários homens da vila que apesar de serem submissos ao seu líder não resistiam aos encantos de Kuchisake-onna.

Um dia, seu marido juntou todos os guerreiros da vila e deu-lhes a noticia que partiriam para a guerra e que mesmo sendo vitoriosos iriam ficar muito tempo longe de casa.


Vários meses se passaram desde a partida de seu marido e Kuchisake-onna estava cada vez mais triste e depressiva, pois nem tinha certeza que o marido estava vivo. Até que ela conheceu um jovem samurai que não se juntou ao seu marido por ser jovem e não ter treino suficiente para a guerra, Kuchisake-onna o seduziu e passaram a ter um caso as escondidas.

Passado alguns anos seu marido regressou, mas Kuchisake-onna havia mudado, estava apaixonada pelo jovem samurai e seu marido começou a desconfiar de sua fidelidade e certo dia ele encontrou-os conversando amigavelmente. Com ciúmes ele matou o jovem samurai e cortou a boca de Kuchisake-onna de orelha a orelha.

Creepypasta: A Casa sem fim.

Imagem meramente ilustrativa.

Deixe-me começar dizendo que Peter Terry era viciado em heroína. Nós éramos amigos na faculdade e continuamos sendo após eu ter me formado. Note que eu disse "eu". Ele largou depois de 2 anos mal feitos. Depois que eu me mudei do dormitório para um pequeno apartamento, não via Peter com muita frequência. Nós costumávamos conversar online as vezes (AIM era o rei na época pré-facebook). Houve um tempo que ele não ficou online por cinco semanas seguidas. Eu não estava preocupado. Ele era um notável viciado em cocaína e drogas em geral, então eu assumi que ele apenas parou de se importar. Mas então, uma noite, eu o vi entrando. Antes que eu pudesse começar uma conversa, ele me mandou uma mensagem.

"David, cara, nós precisamos conversar."

Foi quando ele me disse sobre a Casa sem Fim. Ela tinha esse nome pois ninguém nunca alcançou a saída final. As regras eram bem simples e clichês: chegue na saída final e você ganha 500 dólares, nove cômodos no total. A casa estava localizada fora da cidade, aproximadamente 7km da minha casa. Aparentemente ele tentou e falhou. Ele era viciado em heroína e sabe lá em mais o que, então eu imaginei que as drogas tinham feito ele se cagar todo por causa de um fantasma de papel ou algo assim. Ele me disse que seria demais pra qualquer um. Que não era normal. Eu não acreditei nele. Por que eu deveria? Eu disse a ele que iria checar isso na outra noite, e não importava o quanto ele tentasse me fazer não ir, 500 dólares soava bom demais pra ser verdade, eu precisava tentar. Fui na noite seguinte. Isso foi o que aconteceu.

Creepypasta: O Rake


Durante o verão de 2003, eventos no nordeste dos EUA envolvendo uma estranha criatura humanoide apareceu na mídia local antes de um grande apagão. Pouca ou nenhuma informação foi deixada intacta, e a maioria das informações na internet sobre a criatura foi destruída misteriosamente.

Ela aconteceu primeiramente na parte rural do estado de nova York, auto proclamadas testemunhas contaram suas historias sobre seus encontros com a criatura de origem desconhecida. Alguns estavam TERRIVELMENTE AMEDRONTADOS enquanto outros tinham uma curiosidade que somente se encontra em crianças. Seus depoimentos não estão mais disponíveis, porem muitas pessoas envolvidas ainda procuram respostas sobre o rake e sobre aquele ano.

No inicio de 2006, ao final da investigação encontraram quase 2 dúzias de documentos entre os séculos 12 e hoje em dia, em 4 continentes. Em quase todos os casos as historia era praticamente idêntica. Eu estive em contato com um membro do grupo de investigação e fui capaz de obter algumas partes de seu livro que será lançado brevemente

Nota de suicídio: 1964
"Enquanto eu me preparo para tirar minha própria vida, eu sinto que e necessário para amenizar dor e culpa eu escrevo. Não é culpa de ninguém, além dele. Assim que acordei eu senti sua presença. E assim que acordei eu vi sua forma. Uma vez que acordei de novo eu escutei sua voz, e olhei em seus olhos. Eu não posso dormir sem medo da próxima experiência que terei quando acordar. Eu nunca mais posso acordar. Adeus."

Creepypasta: Sally a Suja



O verão foi bom e quente naquele ano. O sol, como sempre, trouxe o calor de sua pele. As brisas leves que varriam o bairro faziam os dias não muito quentes ou frios. Era simplesmente o clima perfeito. Mas um verão Sally nunca vai esquecer.
Sally era uma menina, de oito anos, com longos e encaracolados cabelos castanhos, olhos verdes e brilhantes. Ela foi sempre educada, ela nunca mentiu, e fez o que lhe foi dito. Sua mãe e seu pai simplesmente a adorava, não poderia pedir uma melhor filha.
Sally riu enquanto brincava com seus amigos fora de sua casa. Vários jogos como, amarelinha e pique-pega e com sua boneca. A mãe de Sally sorriu calorosamente para a visão inocente e limpou as mãos no avental, chamando-a para dentro.
"Sally! Vamos entrar agora, é hora do almoço!" Sally olhou para sua boneca e sorriu.
"Ok mamãe!"
Sentou-se à mesa de jantar, Sally bateu levemente em seu assento, animada para quem sabe o que. Sua mãe colocou na mesa uma manteiga de amendoim e geleia, sanduíches com as beiradas cortadas. Alguns palitos de cenoura e aipo ao lado.
"Obrigada mamãe".
"Você é bem-vinda, querida." Como a criança começou a comer seu sanduíche, sua mãe se sentou em frente à menina e sorriu olhando ela comer. "Adivinhe! Seu tio Johnny está vindo." Sally olhou para cima e sorriu, os cantos de seus lábios tinha vestígios de manteiga de amendoim sobre eles.

Minecraft: A lenda do Herobrine

Minecraft é um jogo no qual o player têm em suas mãos, a capacidade de recolher e utilizar para seu proveito pedaços do cenário em que se encontra, possibilitando-o construir casas, armas, monumentos dentre uma infinidade de coisas.
 

Reza a Lenda que Herobrine é o irmão falecido de Notch, o criador do jogo, que assombra o Minecraft na forma de um jogador. Herobrine aparece com uma skin normal, porém sem as pálpebras, com olhos totalmente brancos e brilhantes. Suas primeiras aparições, que aconteceram no Multiplayer (Modo online), não receberam muita atenção, pois achava-se que era só um player tentando assustar os outros jogadores. No entanto, posteriormente ele viria a aparecer no Singleplayer, o que realmente deixou alguns jogadores de cabelos em pé.

Os relatos sobre o comportamento de Herobrine variam, porém o que todos têm em comum é que ele geralmente aparece bem no fundo dos cenários, longe dos jogadores, e quando estes se aproximam, ele desaparece. Há relatos de pessoas jogando no modo Singleplayer que começaram a se deparar com estranhas pirâmides construídas do nada em seus mapas, além de terem suas casas destruídas sem explicações e fora o fato de avistarem construções feitas no horizonte que estão literalmente flutuando, tudo no modo Singleplayer, ou seja, no modo em que deveria haver somente elas no mapa.

Lolita Slave Toy: Outro achado da DeepWeb

Lolita
O relato escrito supostamente pelo cirurgião (e traduzido pela equipe Game Vicio) segue a seguir, mas aviso aos navegantes: o texto é trash, quem tiver estômago fraco, melhor deixar pra lá.
"Eu criei as Bonecas Escravas Lolita. Caso você esteja se perguntando sobre o que estou falando; é muito simples: Eu transformo jovens garotas, em facilmente manejáveis bonecas sexuais. É isso. A garota não consegue fugir, resistir, falar; elas estão simplesmente lá para seu sádico prazer. 
Curioso sobre isso?

Creepypasta - Doug Funnie

Algo que chamou bastante minha atenção, pois olhando por esse lado, faz sentido. É uma das coisas, que quando você procura analisar, é, ou não, a mais pura verdade. (ou apenas uma teoria) Costumo a acreditar nisso, e fico imaginando, que não é só os desenhos de outras décadas que "fazem esse tipo de ilusão". 
 
Quando Doug se mudou para Bluffington, seu vizinho Sr. Dink imediatamente o percebeu. A primeira coisa que ele fez foi convidá-lo para sua casa para "mostrar um filme". No dia seguinte, depois de sair até o lago Lucky Duck, ele estava limpando a lama de Costelinha. De repente, Sr. Dink apareceu entre os arbustos com uma câmera. Ele diz que estava apenas tentando tirar uma foto de um "Neematoad"* (*Monstro fictício da Série Doug Funny), mas claramente ele estava tentando tirar uma foto do seu novo vizinho.
Sr. Dink está sempre convidando Doug para sua casa para mostrar à ele um novo produto "muito caro", mas na maioria das cenas nunca podemos ver o que Mr. Dink está fazendo com Doug. É curioso pensar o porque um senhor maduro de idade está constantemente convidando uma criança para sua casa para mostrar "equipamentos caros" que são propensos a quebrar. Sr. Dink está sempre oferecendo a Doug que trabalhe com ele em qualquer projeto no seu barracão.  Esse barracão é cheio de trancas de segurança em sua porta (obviamente Bluffington não é tão perigosa assim). Para que isso? Talvez para avisar à Sr. Dink se alguém (como os pais de Doug) está a caminho e ele precisa arrumar tudo. Também, porque Sr Dink está deixando um garoto de 11 anos usar seus equipamentos e recursos de graça? Devia haver algum tipo de pagamento que Doug fazia para ele.

Cidadela do Medo

Boa noite galera, peço desculpas por não postar ontem, eu estava um pouco ruim. E como não obtive nenhum conteúdo hoje, resolvi postar uma narração, algo que eu fiz, quando estava distraído. Bom, amanhã, volta tudo ao normal, já estou melhor, e procurarei conteúdos para colocar aqui no blog. Tenham uma boa noite, e seria uma pena se você virasse e visse algo atrás de você!




As vezes me pego pensando, na calmaria das noites sob o lugar mais alto de uma cidade. A cidadela do medo.  Caminho pelos arredores, o silêncio é predominante não só o silêncio como o medo. Os passos calmos e firmes, faz com que ecoe barulhos feito por meus sapatos. Empunhava só a lanterna que iluminava o caminho e o único modo de luz que obtinha. "Pego-me aqui, em um apocalipse e tentando sobreviver... É cada vez mais estranho, tento sair, mas algo me impede, não só os zumbis mas os amigos que não posso deixar para trás, não em um momento como esse!" Disse enquanto caminhava, entrando na primeira quebra que havia. Meu cós, escorou-se sobre a parede e quase meu corpo todo. Meus olhos estavam paralisados, com medo, meu coração pulsava ainda mais forte com a adrenalina. Desliguei a lanterna, enquanto sutilmente escorregava sob a parede, até sentar-me ao chão. Cerca de três zumbis passavam, em seus passos rastejantes, na rua, a procura de algo para "comer", talvez?! Não importava, teria que fazer algo antes que morresse, por algo que fugi durante meses. Desviei meu olhar para o lado esquerdo, a viela não tinha saída, provavelmente encontraria as poucas portas fechadas para que eu pudesse ter uma alternativa de fuga. Levantei-me e corri em direção a primeira porta, os zumbis já se encontravam há dois metros da viela. Não consegui nada, tentando abrir aquela porta. Minha respiração ofegava de modo estranho, era tenso e tentava me manter calmo ao máximo. O suor já atacara meu corpo, minhas mãos... Tudo! Era difícil de escapar desse medo "frontal". "Merda! Não há um lugar para que eu possa sair." Sussurrei, olhando para alguns lados e procurando outros locais para que eu possa sair. Uma casa, quase ao final do beco, estava com sua porta aberta. Olhei mais uma vez para a entrada do beco, e antes que me virasse já corria em direção aquela porta aberta. 

Deep Web - O que sabemos sobre ela?


É o lugar sombrio da internet, você não encontra nada parecido no google ou em qualquer outro site de busca. Lá você encontra coisas boas e coisas ruins, depende de onde clicar já que não tem como saber pois tudo esta em outros idiomas, não só no inglês, mas em russo, finlandês entre outros idiomas.
 As lendas da Deep Web tem muito o que esconder, a própria deep web tem o que esconder... Sabemos tanto sobre ela, em cada lugar, em cada "conto". Para nós é muito mais que informações, são coisas terríveis, envolvendo várias formas de horroridades. Já vi de muito, escutei de tudo. A cada informação, me pergunto á que ponto o ser humano pode chegar! E até onde o ser humano pode chegar? Deep web é mais que um lugar terrível, suas informações dariam um grande livro... Suas informações em excesso poderia deixar qualquer um louco, mentes fracas, os fortes são os que fazem as atrocidades! A capacidade de uns, é o medo de outros...

Fóruns de todos os tipos;
  • Canibalismo.
Assuntos mais comuns; pessoas pedindo para terem partes de seus membros comidos, ainda cru. Tópicos, vão de receitas culinárias (com membros humanos) á venda de tais partes. Para sua entrada ao fórum, é obrigado a fazer um vídeo, comendo partes humanas ainda cru.

Creepypasta: Tom e Jerry - Epsódio perdido

Um polêmico episódio produzido em 1961. Não tem como comprovar sua existência pelo fato de ser muito antigo. A única coisa que restou do episódio, é a narração da curta-metragem, que poucos assistiram.


Os trinta curtas de Tom e Jerry feitos pelo diretor Gene Deitch são pouco famosos pela qualidade pobre e de natureza um tanto quanto perturbadora, exibindo sons mal acabados bem como animação e um sentimento mais realista quanto à violência. (....) Pediram a Deitch que fizesse mais episódios além dos trinta conhecidos pelo público, desesperado para não perder o contrato, ele fez mais um curta que poucos assistiram.
O curta era chamado "O Porão do Tom". Começava como sempre, na casa de Tom. O dono do Tom era um cara gordo e bravo de outros curtas de Deitch. Seu dono parecia mais irritado que nas outras aparições que tivera. Sua primeira cena era ele pisando no rabo de Tom e ficando extremamente bravo por Tom estar dormindo na porta do porão.
O dono grita com Tom e manda que nunca vá lá embaixo. Tom fica extremamente assustado e corre para a sala. A câmera se mantém focada na sala perto do porão e vemos Jerry saindo de sua casa. Parece meio grotesco, saindo um pouco do modelo de sempre.

A Gangue do Palhaço


Lendas Urbanas que escutávamos quando criança, a história de que um palhaço e sua gangue raptava crianças para a venda de órgãos, e sempre escutei de minhã mãe; nunca aceite doces de estranho, principalmente palhaços...

Na década de 1990 foi quando apareceu a história da Gangue do Palhaço, vindo dos EUA, a notícia de que na década de 60 um palhaço assassinava crianças, o "Palhaço Brasileiro" inspirado na reportagem, começou a assassinar na grande São Paulo, foi a grande notícia que abalou naquela época, suas histórias ficavam cada vez mais do que verídicas, quem nunca ficou com medo quando suas mães diziam que havia Palhaços em uma Combi para capturá-los?! Naquela época, cogitava muito o rapto de crianças para a venda dos órgãos, moda naquela década.

O boato chegou ao ponto que pessoas juravam ter visto reportagem no "AQUI AGORA", e realmente a lenda foi tão forte que o NP chegou a dar algumas capas para a "gangue do Palhaço", uma escola (nome desconhecido), em Mauá chegou a ser "atacada" pelo Palhaço, todos sabiam de alguém que conhecia a vítima, mas ninguém conhecia a própria vítima.
  Isso é típico de uma Lenda Urbana: "todos sabiam de alguém que conhecia a vítima, mas ninguém conhecia a própria vítima."
  Outra coisa normal de uma Lenda Urbana: surgir ou tomar força nos limites do muros das escolas. Talvez essa seja a época em que mais se ouça coisas desse tipo.

A Batalha do Apocalipse


Há muitos e muitos anos, tantos quanto o número de estrelas no céu, o paraíso celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio e condenados a vagar pelo mundo dos homens  até o Dia do Juízo Final. Mas eis que chega o momento do Apocalipse, o tempo do ajuste de contas. Único sobrevivente do expurgo, Ablon, o líder dos renegados, é convidado por Lúcifer, o Arcanjo Negro, a se juntar às suas legiões na Batalha do Armagedon, o embate final entre o céu e o inferno, a guerra que decidirá; não só o destino do mundo, mas o futuro da humanidade. Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano, das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval, A Batalha do Apocalipse não é apenas uma viagem pela história humana – é também uma jornada de conhecimento, um épico empolgante, repleto de lutas heróicas, magia, romance e suspense.

Leitor:
A historia é extremamente interessante, além de ser de um escritor Brasileiro (Eduardo poshr) , quando comecei a ler pensei que seria mais uma daquelas historias monótonas que narra o fim do mundo vindo dos céus e tudo mais, mas logo a historia se mostrou muito intrigante e fascinante, eu realmente não conseguia parar de ler, passava horas e horas lendo e me envolvendo na historia.
Não é um livro de terror que te dará medo, mais é uma historia realmente incrível, que com toda certeza vale a pena ser lida.

O que se esconde na área 51?


Área 51 é uma vasta terra em Nevada, EUA. De propriedade do governo Americano, aparentemente é utilizada para testes de novas tecnologias militares do governo. Acredita-se que estudam tecnologias extraterrestres capturadas ao caírem na Terra. Fazem o reutilizo e até mesmo remontam novamente seus "Óvnis" para aprimorarem seus conhecimentos sobre os mesmos.
A área 51 é uma das bases mais avançadas, tecnologicamente, do mundo. Pouco se sabe sobre esta área, por ser altamente sigilosa, o governo Americano tende a esconder "fatos" sobre o grande local. A base militar norte-americano, consiste em laboratórios subterrâneos com finalidade á desenvolver tecnologia avançada para a Forças Armadas Americanas.
O local consiste em subterrâneos afins de pesquisar suas tecnologias de testes para as forças armadas. O sistema computadorizado tende a proteger todo o seu bunker tecnológico, com um sistema quase impenetrável e fortemente anti-hackers, vários locais de computadorização abrange um "programa" reconhecível, quais, poucos homens tem a possibilidade de sua entrada.
Uma das entradas da Área 51

Tecnologia Alienígena   

Alguns fatos, "confirmam" ou dizem, que a área 51 fora criada afim dos estudos extraterrestres. Por haver tantas "lendas", não sabemos se seus fatos concisos estão corretos... Tudo o que sabemos são pessoas deduzindo oque há em Nevada. Mas, vamos continuar com nossa tese sobre o conhecimento Americano. 
Todos sabemos do conhecimento norte-americano, então, podemos até deduzir certas coisas que ocorrem em Nevada. Como: dessecagem de extraterrestres, armazenamento de  Óvnis e etc.. Pouco sabemos sobre esses tais fatos, oque é fácil omitir da Área 51. Mas extraterrestres, realmente existem?! Por quê o governo Norte-Americano não "compartilham" os conhecimentos que estão abrangendo?! É realmente curioso o que se passa nesta Área tão falada, tudo o que teríamos até agora seriam teorias... É o que sei até agora, breve, procurarei saber mais sobre a área 51. Próximo post que relacionarei sobre a área 51, será de abdução e a infraestrutura da base tecnológica... 



** Gostaria de acrescentar algo a mais? Mande-nos um e-mail com sua teoria, argumentando sobre o assunto da área 51. Ficaríamos felizes em adicionar mais conhecimentos sobre esta área tão "desconhecida".

Adventure Time - Curiosidades sobre sua história


Acabei por resgatando essa história do Eutanásia Mental  era algo que eu já havia discutido com um amigo meu, sobre sua história, ele havia me contado sobre sua história qual eu não sabia, já havia assistido o desenhos algumas vezes, mas nunca procurei saber a sua verdadeira história. Naquele dia ele me deixou um tanto pensativo, então, resolvi pesquisar sobre sua existência, e aqui está, resgatado do Eutanásia Mental. Cuta aí. 
O combo “Hora de Aventura” (Adventure Time) e “Apenas um Show” (Regular Show) me faz pensar que a Cartoon Network ainda tem salvação. Este desenho realmente me intriga e descobri uma coisa muito interessante esses dias sobre ele. Ao mesmo tempo que me entretinha com as histórias, também ficava fascinado com a sensação de nostalgia que ele passava, mesmo sendo um desenho muito atual, estreado em 2010.

É realmente um desenho que te leva para um mundo criado pela imaginação, um mundo de coisas mágicas e fantasias. Diria também que é um mundo onde o abstrato também ganha vida. Tudo isso misturado em histórias nonsense.
Não dá para explicar, é um desenho diferente.

Todos temos um medo...


Teve dias que não conseguia lidar com isso, as vezes até me esquecia do problema que eu tinha, esse medo. Não sei o que me levou a crer naquilo, mas a minha primeira noite com essa situação não fora boa. Comecei a ter bastante medo, alguns não acreditam e pensam que estou blefando, mas não, é uma fobia que adquiri durante minha infância. Comecei a me preocupar bastante com aquilo, não levava como "alucinação", para mim era real. Quando se cisma com algo, parece que esse "algo" vem lhe perturbar, e eu cismei com o problema, podia até não ser nada, ainda era criança, poderia me esquecer desse problema. Mas não, não esqueci.
O pior era a casa - onde minha Madrinha morava na época - enorme, com a parte de cima ainda construindo e a janela onde dormia com meu irmão virada á um corredor grande e do outro lado uma casa, parecia mais abandonada, mas morava pessoas. Eram pessoas estranhas, confesso... Vou contar como aconteceu naquela manhã.
TOPO